Produção industrial volta a crescer e fecha 2021 com alta de 3,9% - Tessa / AO4
1583
post-template-default,single,single-post,postid-1583,single-format-standard,bridge-core-2.1.9,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-20.6,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-344,elementor-page elementor-page-1583
 

Produção industrial volta a crescer e fecha 2021 com alta de 3,9%

Produção industrial volta a crescer e fecha 2021 com alta de 3,9%

Mesmo com o crescimento, setor ainda está 0,9% abaixo do período pré-pandemia



O setor industrial fechou o ano de 2021 com alta de 3,9% depois de dois anos consecutivos de perdas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) desta 4ª feira (2.fev). O ano marcado pela vacinação no Brasil contra a covid-19 registrou, em dezembro, um crescimento de 2,9% das indústrias. 

 

As atividades industriais que mais cresceram no ano de 2021 foram veículos automotores, reboques e carrocerias (20,3%), máquinas e equipamentos (24,1%) e metalurgia (15,4%). Por outro lado, a principal influência negativa da indústria foi registrada por produtos alimentícios (-7,8%).

 

No entanto, mesmo com o resultado positivo em 2021 e no último mês do ano, o setor industrial ainda se encontra 0,9% abaixo do patamar pré-pandemia, de fevereiro de 2020. Se comparado ao nível recorde do setor, o índice atual se encontra 17,7% abaixo do registrado em maio de 2011.

 

Em 2019, o setor registrou queda de 1,1% e, em 2020, outra queda de 4,5%. 

 

Na alta de 2,9% da atividade industrial, de novembro para dezembro, as quatro grandes categorias econômicas e 20 dos 26 ramos pesquisados mostraram crescimento na produção. Veículos automotores, reboques e carrocerias (12,2%) e produtos alimentícios (2,9%) foram as atividades com melhor desempenho. Por outro lado, entre as cinco atividades em queda, a de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (-6,9%) exerceu o principal impacto negativo em dezembro de 2021.

 

No entanto, mesmo com o resultado positivo em 2021, de junho a outubro do ano passado, a indústria acumulou uma perda de 3,3% E se comparar o mês de dezembro de 2020 e o de 2021, a indústria recuou 5,0% no último ano, com resultados negativos em três das quatro grandes categorias econômicas, 20 dos 26 ramos, 57 dos 79 grupos e 64,8% dos 805 produtos pesquisados.

_______________________

Fonte: https://www.sbtnews.com.br/noticia/economia/195555-producao-industrial-volta-a-crescer-e-fecha-2021-com-alta-de-39